Você está aqui:Home » Emissões » Brasileiras » Internet é tema de selo

Internet é tema de selo

Os Correios lançarão no dia 17 de maio, na cidade de Brasília (DF), um selo de emissão especial, de tiragem limitada com 300 mil exemplares, “Mercosul: Internet – Redes Integradoras”.
A emissão integra a série Mercosul, que, desde 1997, promove a integração cultural por meio da Filatelia.
Com arte de Botteon, o selo transmite a evolução das telecomunicações. Com apenas um toque, passa-se do telégrafo à Internet. Do lado esquerdo até o lado direito superior é focalizado o telégrafo, funcionando por pequenos cliques no aparelho. A informação é enviada para vários pontos da América Latina, encurtando distâncias no século XIX. Do lado direito até o lado esquerdo inferior, tem-se a informação sendo enviada nos dias atuais por redes sem fio, também a partir de pequenos cliques. Ao centro, nota-se o contorno da América Latina e a integração de todos os Latino-Americanos pela telecomunicação, dos tempos remotos até hoje. A técnica utilizada foi ilustração digital.
Cada selo custará R$ 2,00 e poderá ser adquirido nas agências e na loja virtual dos Correios (www.correios.com.br/correiosonline).
Ao emitir este selo, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos destaca a importância da Internet como meio de comunicação, imprescindível para o desenvolvimento do mundo globalizado e alerta para os cuidados que se deve ter em relação ao seu uso.
Para baixar o edital clique aqui.

 

Histórico
O mundo está se tornando cada vez mais interligado. A marca de 6 bilhões de assinaturas para dispositivos móveis foi cruzada. Em todo o mundo, mais de 2,3 bilhões de pessoas estão usando a Internet. Conectividade de banda larga é hoje considerada a infraestrutura básica da nossa sociedade em rede, transmitindo importantes benefícios econômicos e sociais.
Em todos os países, essas redes são agora tão importantes como transporte, alimentação ou saneamento básico. As redes de banda larga cada vez mais sustentam outras infraestruturas em rede para ajudar a garantir a prestação eficiente dos serviços públicos tais como saúde, educação, energia, transporte, serviços de emergência e muito mais.
Historicamente, costumava ser suficiente ter uma presença online na Internet para a transmissão unidirecional e a divulgação de informações. Hoje, as redes sociais como Facebook e Twitter estão nos conduzindo a novas formas de interação social, diálogo, intercâmbio e colaboração. Sites de redes sociais (designados mais amplamente como mídias sociais) permitem aos usuários trocar ideias, postar atualizações e comentários, participar de atividades e eventos e compartilhar seus interesses mais amplos.
Os serviços de redes sociais não estão apenas trazendo os usuários de Internet para conversas online em alta velocidade — as mídias sociais estão ajudando pessoas a seguirem notícias, manterem-se em dia com amigos ou colegas, contribuírem para debates ou aprenderem com os outros.
As tecnologias da informação e comunicação (TIC) servem como catalisadores para acelerar o progresso de forma sustentável. Elas criam novas oportunidades para maior qualidade de vida para todos, gerando um profundo impacto sobre como o mundo funciona, interage e se comunica.
Com a convergência de tecnologias, aplicações e serviços, especialmente em dispositivos móveis, a mídia social está encabeçando uma nova era de compromisso, que leva a uma variedade de formas de ampliar laços com amigos e familiares, de aumentar a transparência da ação do governo e de expandir o conhecimento por todo o mundo. De maneira geral, este compromisso reforçado enriquece vidas, ajudando a avançar para um mundo interconectado, onde o que importa é a criatividade humana e não onde a pessoa nasceu ou o quão rico eram seus pais. Um mundo que oferece o desenvolvimento social e econômico sustentável para todos, sem discriminação.
São incontestáveis os benefícios da Internet, mas seu uso indiscriminado e descontrolado também pode gerar impactos negativos. Ainda há muitos riscos na Internet e o monitoramento de crianças e jovens enquanto conectados é aconselhável. Também, a geração atual vem sofrendo uma diminuição significativa das habilidades interpessoais essenciais (a habilidade de expressar ideias e pensamentos para outras pessoas “caraa- cara”). Atribui-se a essa tendência o aumento da frequência e duração da comunicação por meio de mensagens de texto e dos relacionamentos nas redes sociais.
A Internet é tudo de bom, mas deve ser usada com sabedoria. (Fonte: International Telecommunication Union – ITU).

 

 

Por Carlos Roberto Favarão (Abrajof 305)
carlosfavarao@ig.com.br

Sobre o autor

Número de entradas : 142

Deixe um comentário

 

© 2012 Portal Filatelia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: UTI das Ideias

Voltar para o topo