Você está aqui:Home » Filatelia » Temática » Dia do Saci: 31 de outubro

Dia do Saci: 31 de outubro

Neste 31 de outubro comemora-se do Dia do Saci, personagem bastante conhecida do folclore brasileiro, também chamado em algumas regiões de saci-pererê, saci-cererê, matimpererê, saci-saçurá ou saci-trique. O Saci-Pererê é uma lenda do folclore brasileiro e originou-se entre as tribos indígenas do sul do Brasil.
O saci possui apenas uma perna, usa um gorro vermelho e sempre está com um cachimbo na boca. Inicialmente, era retratado como um curumim endiabrado, com duas pernas, cor morena, além de possuir um rabo típico.
Com a influência da mitologia africana, o saci se transformou em um negrinho que perdeu a perna lutando capoeira, além disso, herdou o pito, uma espécie de cachimbo, e ganhou da mitologia europeia um gorrinho vermelho.
A principal característica do saci é a travessura, ele é muito brincalhão, diverte-se com os animais e com as pessoas. Por ser  muito moleque ele acaba causando transtornos, como: fazer o feijão queimar, esconder objetos, jogar os dedais das costureiras em buracos e etc.
Segundo a lenda, o Saci está nos redemoinhos de vento e pode ser capturado jogando uma peneira sobre os redemoinhos.
Após a captura, deve-se retirar o capuz da criatura para garantir sua obediência e prendê-lo em uma garrafa.
Diz também a lenda que os Sacis nascem em brotos de bambus, onde vivem sete anos e, após esse tempo, vivem mais setenta e sete para atentar a vida dos humanos e animais, depois morrem e viram um cogumelo venenoso ou uma orelha de pau.
Na filatelia, o saci foi retratado na série “Lendas Populares”, emitida pelo correio brasileiro em 1974.

Sobre o autor

Número de entradas : 142

Deixe um comentário

 

© 2012 Portal Filatelia. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por: UTI das Ideias

Voltar para o topo